Jovens > Logos da JELB > Logo da JELB_Prancheta


Logo da JELB_Prancheta
41 download(s) Faça Download

Logo da JELB_Prancheta


A flâmula da JELB não é apenas um símbolo oficial da organização juvenil, mas também um verdadeiro testemunho, uma bela confissão de fé. As cores que compõem o símbolo não foram colocadas aleatoriamente. Todas elas possuem um significado singular, sendo considerado uma confissão de fé baseada nas verdades bíblicas ensinadas pela IELB. Portanto, representa o que de mais precioso, básico e importante se tem na Igreja Luterana. Suas cores e representações são as seguintes:

O ouro – simboliza a fé no Evangelho de Jesus, o tesouro de alto valor da remissão dos pecados e da justificação do pecador diante de Deus pela sua imensa graça e misericórdia revelada em Cristo Jesus. Antigamente era de ouro a cruz que domina o setor central do símbolo, como ocupa na religião cristã ponto mais central e saliente entre as verdades e doutrinas, pois somos salvos pela cruz de Cristo. Posteriormente ela foi substituída pelo símbolo da IELB, como é explicado no final deste texto. São de ouro igualmente os dois círculos, o interno e o externo, simbolizando a unidade da fé e a comunhão na mesma fé.

O branco – é a cor simbólica do alvo manto de justiça que temos diante de Deus pelo perdão de nossos pecados. Branco é a cor da pureza do coração remido e justificado e da boa consciência que recebemos pela regeneração no Batismo. É, assim, a cor da paz interna, da paz da alma com Deus pela reconciliação efetuada por intermédio de Jesus. A cor branca significa, deste modo, a nova vida espiritual que possuímos em Jesus. Sendo em forma duma estrela, é símbolo tanto da Estrela da Manhã que é Jesus, que fulgura para nos guiar, como é também a estrela de um alvo da vida eterna em bem-aventurança, estrela da esperança cristã de um porvir bendito.

O preto – que se vê no fundo do distintivo indica a corrupção do mundo pelo pecado, a falta de entendimento das coisas espirituais, a morte espiritual, a inimizade contra Deus e a perdição eterna, sem esperança na noite da escuridão da morte eterna. A cor preta representa o reino do diabo, o príncipe das trevas, bem como o serviço da maldade e da destruição intentada contra as obras de Deus. Se o branco é a cor da alegria e das delícias eternas, então o preto simboliza o contrário, as trevas exteriores, onde há pranto e ranger de dentes.

O encarnado – é a cor do fogo do Espírito Santo, lembrando o dia de Pentecostes em que o mesmo Espírito desceu do céu como sinal visível de linguetas de fogo sobre cada um dos discípulos. Representa a obra do Espírito Santo em nós e as boas obras que fazemos, levados e orientados pelo mesmo Espírito.

O vermelho – lembra a santificação do interior do cristão, o coração lavado dos pecados pelo sangue de Jesus Cristo, e também significa a santificação da vida e da conduta exterior guiadas pelo Espírito Santo.

Veja Também