Categorias

Mulheres > Mensagem do Conselheiro > Mais um ano, ou menos um?


Mais um ano, ou menos um?
18 download(s) Faça Download

Mais um ano, ou menos um?


Muito estimadas irmãs em Cristo! Chegamos perto de mais um fim de ano e nos assustamos com a velocidade com que o tempo passou. Eu sei! Sempre falamos isso! Mas nos chocamos da mesma forma. No final de ano puxamos conversa com alguém sobre como o tempo passou, pensamos: "Mais um ano, ou menos um?" Daqui a pouco é Natal, mais um Natal, ou menos um Natal? A Palavra de Deus nos manda remir, administrar e usar bem o tempo. "Os dias em que vivemos são maus; por isso aproveitem bem todas as oportunidades que vocês têm."- Ef 5.16

Aproveitar a vida significa usar bem o tempo presente. Não temos mais o passado a não ser como lembrança, não temos o futuro, pois ainda não aconteceu, temos o presente, o agora, e o nosso exercício deve ser procurar viver esse tempo. A frase em destaque andou circulando por aí, atribuída a um líder religioso que falou assim de nós, ocidentais: "Vivem a sua vida, com se não fossem morrer, e morrem como se não tivessem vivido." É uma acusação dura para quem vive muito no passado, arrependido ou deprimido pelo que fez ou não fez. Para quem vive ansioso pelo futuro, tentando prever ou se preparar para qualquer eventualidade. E vive pouco no presente adiando a sua felicidade pensando: "Quando eu fizer isso ou aquilo, então sim, depois...!" Mas a vida é o que acontece entre esses dois extremos e temos o dever sim, de aproveitar e viver bem a vida que Deus nos dá hoje. "Então entendi que tudo o que a pessoa pode fazer é procurar ser feliz e viver o melhor que puder" – Ec 3.12 Isso não significa se entregar a vícios, manias, prazeres e pecados claramente condenados por Deus, mas temos a obrigação de valer-nos da vida e o tempo que Deus nos deu.

Aproveitar bem a vida e o tempo é servir a Deus com alegria com tudo o que somos e temos. Isso acontece na Igreja, no culto em comunhão com nossos irmãos em Cristo, na reunião do departamento de Servas, na vida devocional, no viver e no testemunho diário de nossa fé. Mas também é sentir alegria, gratidão e prazer pelas coisas que Deus nos dá. O trabalho, a companhia da família e dos amigos, uma refeição gostosa, uma festa, uma viagem bacana, ser esposa e esposo, ser mãe e pai de alguém, ter amigos, enfim! Devemos olhar para essas coisas como grandes bênçãos de Deus e usufruir sem culpa esses presentes, pois que tipos de filhos e filhas de Deus nós seríamos se não o honrássemos pelos presentes que Ele nos manda todos os dias?

Mais um ano está passando, que bom! Mais um ano de bênçãos, realizações, alegrias, de perdão e paz com Deus, mais um ano em que estivemos próximos do Senhor, e mais próximos daquilo que é eterno e permanente.

Pastor Rubens José Ogg
Conselheiro da LSLB

Veja Também